Governo e servidores negociam reajuste salarial nesta quarta-feira (10/4)

Após o vitorioso Dia Nacional de Luta dos servidores em 3 de abril e as paralisações em diversos órgãos, o governo federal antecipou para esta quarta-feira (10/4) a reunião da Mesa Nacional de Negociação Permanente (MNNP) para discutir as propostas de reajuste salarial e dos benefícios dos servidores públicos federais em 2024.

O encontro será às 14h30, no Conselho Nacional de Previdência Social, em Brasília (DF). O Fórum Nacional Permanente de Carreiras Típicas do Estado (Fonacate) e o Fórum das Entidades Nacionais dos Servidores Públicos Federais (Fonasefe) representarão os servidores na negociação com o Ministério da Gestão e da Inovação em Serviços Públicos (MGI).

 

Governo X Servidores

 

Em fevereiro o governo federal apresentou proposta de reajuste aos servidores. O índice de reajuste salarial ficou em 0%, com aumento no auxílio alimentação de R$ 658 para R$ 1 mil, no auxílio-saúde de R$ 144 para R$ 215, e no auxílio-creche de R$ 321 para R$ 485.

Com perdas salariais acumuladas nos últimos anos, os servidores rejeitaram a proposta e fizeram contraproposta dividida em dois blocos:

1-Reajuste de 34,32% dividido em três parcelas iguais de 10,34%, em 2024, 2025 e 2026, para os servidores federais que em 2015 firmaram acordos por dois anos (2016 e 2017).

2-Reajuste de 22,71% dividido em três parcelas iguais de 7,06%, em 2024, 2025 e 2026, para os servidores que em 2015 fecharam acordos salariais por quatro anos (2016 a 2019)

Os servidores pedem também a equiparação do reajuste e dos valores dos benefícios do funcionalismo do Executivo federal, incluindo auxílio alimentação, per capita da saúde complementar e assistência pré-escolar, aos do funcionalismo dos poderes Legislativo e Judiciário até o fim de 2026.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *