Servidores fazem ato em defesa da UFRJ e das universidades públicas

Servidores técnicos-administrativos em educação das universidades públicas federais realizaram manifestações nesta sexta-feira (19/4), no Rio e em Brasília, cobrando do governo federal acordos que atendam a pauta de reivindicação dos trabalhadores das universidades e verbas para manutenção mínima desses centros de referência na educação.

No Rio, o ato “Eu amo UFRJ” aconteceu nas escadarias do prédio do Ministério da Fazenda, na Avenida Presidente Antônio Carlos, no Centro, pediu mais verbas para a universidade, mais bolsas de estudos para a população, melhores salários e condições de trabalho para os servidores. As universidades federais do Rio de Janeiro (UFRJ, UFRRJ, UFF e Unirio) estão parcialmente em greve, com as aulas seguindo normalmente.

Em Brasília, os servidores realizaram manifestação em frente ao Ministério da Gestão e Inovação em Serviços Públicos (MGI), na Esplanada dos Ministérios, para cobrar a reestruturação da carreira Técnica Administrativa em Educação (TAD).

Em todo o país, cerca de 60 universidades e institutos federais estão parcialmente parados, cobrando respostas do governo para entre outras demandas, o reajuste salarial de 22,71%, dividido em três parcelas iguais de 7,06% em 2024, 2025 e 2026.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *