Neste mês do trabalhador o Sintrasef divulga uma série de perguntas e respostas sobre a proposta de reforma administrativa que tramita na Câmara dos Deputados. Leia e divulgue entre seus contatos. A pergunta número 6 é:

 A ameaça de redução de salários continua?

O texto da PEC 32/2020 (reforma administrativa) afirma que “é vedada a redução da jornada e da remuneração para os cargos típicos de Estado”, no entanto, deixa sem essa garantia todos os demais. O texto também sugere que poderá haver redução de jornada com redução de remuneração de forma compulsória.

Deve-se lembrar que é política do governo federal (foi colocado em outras PECs) a redução salarial a pretexto de “redução de despesas”. É bom lembrar também que o salário de ingresso será reduzido. Portanto, ao colocar como referência o salário dos novos servidores e servidoras, a reforma legitima o congelamento salarial em longo prazo, sob alegação de disparidade salarial.

 

By Imprensa

O Sintrasefe – Sindicato dos Trabalhadores do Serviço Público Federal no Estado do Rio de Janeiro – foi fundado em 26 de setembro de 1989. Entidade sindical representativa dos servidores públicos federais da administração direta e indireta no Estado do Rio de Janeiro, o Sintrasefe tem em sua base cerca de 250 mil servidores, dos quais 35 mil estão filiados, distribuídos em cerca de 60 órgãos públicos

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *